Sete Dicas que Irão Ajudar Você, Psicólogo, a Escolher o Melhor Curso

Sete Dicas que Irão Ajudar Você, Psicólogo, a Escolher o Melhor Curso

“Sou Psicólogo e quero me capacitar fazendo cursos. Qual Curso devo escolher?”

Como organizadora de cursos de Psicologia e RH, essa é uma pergunta que ouvi e ainda ouço muito, sendo assim resolvi escrever um artigo que vai ajudar a você Psicólogo, nessa importante decisão!

Veja abaixo sete dicas que vão te ajudar a esclarecer essa dúvida.

Você é Psicólogo, formado há um bom tempo, já está trabalhando normalmente na sua clínica, ou na empresa prestando consultoria em RH ou como analista, ou ainda em ambiente escolar ou hospitalar e você sente falta de algo no seu dia a dia: mais ferramentas para desenvolver o seu trabalho, mais conteúdo e teoria para entender melhor as situações vivenciadas e mais técnicas efetivas para ajudar a resolver os problemas que o cliente/paciente te coloca.

Você, ao mesmo tempo, observa outros colegas psicólogos também, se desenvolvendo rápido, com muita demanda de trabalho, sem tempo para respirar e outros ainda com o consultório lotado, ganhando dinheiro suficiente para pagar as suas contas e ainda construir a vida (comprar carro, investir numa casa, etc).

Então você pensa: “preciso me capacitar” e começa a agir. Entra nas ferramentas de busca na internet e não encontra os cursos que procura, ou encontra tantos que fica em dúvida do que cursar, em que instituição fazer etc etc etc.

Segue, abaixo, dicas preciosas que irão te ajudar a resolver essas questões!! Acompanhe comigo!

1º Decida exatamente o que você quer;

2º Vá à ferramenta de busca com o curso definido;

3º Liste sites interessantes do tema que procura;

4º Olhe um a um com o mesmo crivo de avaliação;

5º Entre em contato com a instituição e faça perguntas-chave;

6º Compare tudo o que conseguiu de informação até agora;

7º Decida.

 

1º Decida exatamente o que você quer;

Existem algumas questões importantes para fazer a si mesmo antes de se inscrever num curso:

  1. Por que estou à procura de um curso?
  2. O que esse curso vai acrescentar no meu dia-a-dia profissional? Vai me ajudar de alguma forma a ser mais eficaz nos meus trabalhos, como?
  3. Qual a realidade da cidade e da região onde trabalho? Qual a demanda? Na minha clínica tenho mais procura por crianças ou casais? Na empresa onde atuo qual a maior dificuldade relacionada à gestão de pessoas? É liderança? É a inflexibilidade da direção da empresa?
  4. Qual tema de curso exatamente pode me ajudar a ser mais eficaz e trazer mais resultados no trabalho?
  5. Qual curso que eu posso fazer que poucos fizeram para eu me diferenciar no mercado ou que muitos fizeram, mas dá tanto retorno que vale a pena eu fazer também?
  6. Esse tema de curso escolhido tem a ver com o que eu gosto de fazer?

A nossa vontade enquanto psicólogo que adora estudar e aprender é fazer uma lista imensa de cursos! A gente cria essa lista na mente e vai eliminando um por um mas, nesse momento em que o pais está passando por crise, que não podemos mais com facilidade gastar como antes, repensar o que faremos de curso primeiro é a melhor alternativa para que consigamos fazer todos da nossa imensa lista mental. Se você se debruçar e conseguir responder a essas questões acima, você fará uma escolha tão acertada que conseguirá, com o retorno financeiro que essa escolha correta trará, logo mais fazer outros cursos.

2º Vá à ferramenta de busca com o curso definido;

Foque! Determine um tempo para essa pesquisa, sem olhar Facebook nem whatsapp nesse período! Quando a gente começa a navegar na internet a gente tende a se perder diante da infinidade de possibilidades existentes. Comece pela linha teórica nova que você quer trabalhar ou a linha que você quer continuar trabalhando. Veja quais são as instituições com maior conceito com relação ao seu tema de interesse, olhe uma por uma dessas instituições, observe se existem temas correlatos também interessantes e o mais importante de tudo: anote (ou copie e cole no seu editor de texto) tudo o que lhe chamou atenção.

3º Liste sites interessantes do tema que procura;

Faça uma lista do que lhe chamou atenção, em especial das instituições que você notou que têm o(s) curso(s) de seu interesse. Liste tudo o que você achou sobre o tema, anote tudo, isso vai te ajudar a ter uma visualização melhor de tudo o que encontrou. Sei que parece trabalhoso, mas lembre-se: trata-se de uma ação que vai MUDAR O SEU STATUS PROFISSIONAL, por isso tem que ser bem pensada. Se você sair por aí fazendo cursos e mais cursos sem pensar, pode correr o risco de PERMANECER NA MESMA SITUAÇÃO PROFISSIONAL que se encontra, sem nenhuma evolução e ainda GASTAR DINHEIRO À TOA.

 

4º Olhe um a um com o mesmo crivo de avaliação;

Avalie tudo o que você selecionou com o mesmo crivo, para que a sua comparação seja justa e correta. Escolha primeiro o que você vai avaliar em todas as instituições, anote e avalie. Segue sugestões de critérios para o seu crivo:

  1. Tempo de existência da instituição de ensino e credibilidade desta no mercado de cursos;
  2. Quem é o facilitador ou palestrante? Qual a sua credibilidade no mercado? Quanto tempo de experiência tem no tema? Quais são os resultados alcançados com a teoria que ensina? O profissional pratica o que ensina ou somente ensina?
  3. Colha depoimentos de pessoas próximas e confiáveis sobre aquela instituição e curso, pergunte se elas obtiveram algum resultado ou benefício fazendo o curso, pergunte o que não as agradou que poderia ser melhorado;
  4. Qual o período do curso? Carga horária, dias da semana, se é presencial ou online, se é uma parte presencial e outra online, se dura um final de semana só ou alguns meses;
  5. Valor e o principal custo-benefício deste curso, ou seja se o valor que você vai investir vai te dar algum retorno e em quanto tempo o investimento retornará para você.

5º Entre em contato com a instituição e faça perguntas-chave;

Aproveite os crivos que você determinou do tópico anterior desse artigo para fazer perguntas à instituição que fornece o curso ou treinamento. Você pode até enviar email, mas a melhor ação a tomar é ligar mesmo para o local e tirar todas as suas dúvidas. Converse com quem vende o curso, investigue tudo o que quer saber, questione, veja se há alternativas na forma de pagamento, se há flexibilidade de horários, datas e valores.

6º Compare tudo o que conseguiu de informação até agora;

Agora é o momento crucial: avalie tudo o que pesquisou, tudo o que tem em mãos. Pegue aqueles crivos que determinou e pondere cada um deles com as informações que você coletou tanto das instituições de ensino, quanto dos depoimentos de colegas e comentários sobre o curso e a instituição. Quando você coloca tudo diante dos seus olhos e pondera de acordo com a sua realidade e necessidade a escolha é mais fácil, acertada e consciente.

7º Decida.

Tome a decisão. Agora você já tem tudo o que precisa para fazê-lo. E lembre-se que quando começar a fazer o curso, aproveite cada oportunidade que surge nele, aproveite cada centavo gasto nele e já vá praticando para que você realmente faça uso do que aprendeu (mas isso é tópico para outro artigo…).

 

Espero que realmente esse artigo tenha te ajudado a escolher o melhor curso para você. A gente está muito acostumado a ir vivendo automaticamente sem parar para pensar no porque faz isso ou aquilo ou no porque toma essa ou aquela decisão. Entretranto, quando começamos a tomar as rédeas de nossa vida e a estabelecer critérios para tudo o que fazemos, percebemos como a vida pode ser mais produtiva e agradável, mais prazeirosa.

Se esse artigo te ajudou de alguma forma, curta, compartilhe, marque seus amigos que você crê que podem se beneficiar dele também.

Me ajude a ajudar você! Me envie sugestões, críticas, idéias de temas a serem tratados nos meus artigos e comentários através do email: blogpsicursos@gmail.com