Como se Comunicar Com o Seu Público-Alvo 

Como se Comunicar Com o Seu Público-Alvo 

Por Psicóloga Aline de Freitas Roveda (CRP no. 06/83785)

Nesse artigo você vai aprender estratégias úteis para você se comunicar com seu futuro paciente ou cliente de uma forma que ele realmente te ouça.

Eu estou escrevendo uma série de artigos intitulada “Como se promover Online e Offline” onde estou te ensinando, passo a passo a se promover dentro e fora da Internet. No primeiro artigo da série expliquei o que você deve fazer para começar a se promover. Se quiser ler o primeiro artigo CLIQUE AQUI . No segundo artigo te ajudei a se aprofundar nas informações relevantes do seu público-alvo para que você saiba aonde vai encontrar ele e como vai se comunicar com ele (se quiser ler o segundo artigo CLIQUE AQUI ).
No terceiro artigo eu te ensinei a, logo depois que descobriu onde seu público está, chegar até ele (se quiser ler o terceiro artigo CLIQUE AQUI).

Este, agora é o quarto artigo, e nele eu vou te ensinar a se comunicar de forma eficaz logo depois que você marcou uma reunião com alguma liderança ou marcou alguma palestra.

Mundo Offline
Quando se trata do mundo off-line, você tem que entrar em contato direto com os líderes da instituição que você quer mirar, que você quer atingir, onde você quer fazer um contato para conseguir paciente ou cliente.
Logo depois que você entrou em contato, você pode oferecer para essa liderança uma palestra ou apresentação dentro do tema que você quer trabalhar com esses futuros pacientes ou clientes.

Exemplo dos artigos anteriores
Nos artigos anteriores eu dei exemplo de dois tipos de público, para ficar mais fácil o entendimento sobre o tema. Quando se tratar do exemplo do público-alvo de adolescentes de 14 a 18 anos, suicidas, com depressão e com transtorno de pânico, você tem que pensar num tema relacionado a isso para falar para esses adolescentes, para esse público. Algo que o ajude a enxergar o problema em si, ou que ajude ele a enxergar uma luz pro problema ou ainda estratégias práticas do dia a dia para ajudá-lo a lidar com toda essa situação.
No caso daquele outro público que a gente comentou de micro e pequeno empresário que estão com dificuldade de contratar a pessoa certa pro lugar certo, é interessante fazer alguma palestra relacionada à contratação, relacionada à seleção, como é feito o processo, quais são os critérios, o porquê é importante realizar esse processo passo a passo pro sucesso da contratação entre outras coisas.
Agora então é o momento de você pensar em temas que você vai apresentar pra esse público, relacionados exatamente ao que você já levantou desse público lá nos dois primeiros vídeos.

Como eu levanto temas interessantes pro meu público-alvo?
A melhor forma de levantar temas pro seu público alvo é observando todas as respostas do seu público em todos os momentos de interação com eles, em especial quando você fez aquelas três primeiras perguntas:

1ª O que o meu público-alvo pensa?
2ª Quais são seus sonhos?
3ª Quais são suas dores?

Se você não se sente seguro para dar uma palestra, ou se você já ministra palestras e que focar só no mundo online, eu vou te ajudar nisso também.

Mundo Online
Sobre o mundo online, essa parte toda dos artigos anteriores, de destrinchar o seu público-alvo, conhecê-lo melhor e descobrir temas de interesse é tudo igual. O que vai diferenciar o mundo online do offline é a forma de entrega desse conteúdo. Ao invés então de criar palestras e apresentações para pequenos grupos, você vai fazer publicações nas redes sociais.
Pra fazer essas publicações você tem que ter páginas profissionais nas redes sociais mais acessadas pelo seu público-alvo. Segue, abaixo, alguns exemplos das redes sociais mais utilizadas:
Facebook – textos curtos, imagens e vídeos;
Instagram – focado mais em imagem e vídeos;
Youtube – vídeos
LinkedIn – textos.

Opinião pessoal
Cabe aqui uma observação: na minha opinião tem muito conteúdo ruim na Internet, então você, Psicólogo, que estudou aí de 5 a 7 anos de faculdade com mais 2 a 3 anos de Pós Graduação e continua estudando até hoje, tem muito conteúdo de qualidade para acrescentar nas redes sociais. Você tem condições de criar conteúdos profundos e interessantes ao mesmo tempo e que realmente vão acrescentar valor pras pessoas que precisam de você.
Tem muitas coisas superficiais, mal-escritas, ruins na Internet que acabam promovendo uma visão errada da Psicologia e cabe a nós Psicólogos mudar essa mentalidade através da nossa atitude pró-ativa. Publicando artigos, textos curtos mais com muito conteúdo, conteúdo de valor, publicando imagens motivacionais, vídeos, tudo isso a gente pode fazer pra ajudar a atrair essas pessoas pro nosso lado. Ao atrair essas pessoas, elas vão conhecendo nosso trabalho aos poucos, vão criando confiança e depois procurem a gente pessoalmente pra um contato mais próximo pra nos contratar ou solicitar nossos serviços.

Dicas:
Veja então qual rede social seu público utiliza mais e comece a fazer publicações no modelo que essa plataforma online permite. Vou dar um exemplo: O LinkedIn tem um modelo muito mais de artigos, as imagens entram mais para ilustrar os artigos. Do contrário, o Instagram é uma rede social mais focado em imagem, há pouco tempo agora também começou com vídeos através do IGTV (Instagram TV), então no Instagram você tem que pensar em imagens que chamem muito a atenção. No caso do Facebook texto junto com imagem é bem vindo, mas textos curtos. Caso você não tenha uma Página Profissional no Facebook tome cuidado com relação as suas postagens na página pessoal. Se na sua página pessoal você não tem uma postura que condiz com a seriedade do seu trabalho com a Psicologia, você pode falar e escrever o que for, as pessoas não vão te ouvir, porque você não passará confiança e segurança para elas. Seu Facebook pessoal tem que estar alinhado com a mensagem que você quer passar enquanto profissional. Por isso que eu indico que seja feita uma página profissional.

Produção de Conteúdo:
Sempre ao produzir conteúdo se baseie nas respostas àquelas 3 questões que citei acima, em especial na questão das dores e dos sonhos. Quando você aborda nas suas publicações as dores e os sonhos, você mostra pra ela que entende o que ela está passando e você mostra que tem uma saída e faz ela sonhar novamente, você acaba tocando o seu emocional e por gratidão ou reciprocidade a pessoa acaba te procurando posteriormente.

Esse então é o último artigo dessa série de 4 artigos que eu fiz pra te ajudar a se promover tanto offline, quanto online. Caso você tenha seguido o passo a passo de todos os  artigos e teve algum resultado, comente aqui pra mim ou então me envie uma mensagem pelo WhatsApp (14) 99129-7078 pra que eu saiba que o que eu estou fazendo está te ajudando de alguma forma!

Até o próximo artigo!!

Um grande abraço e Conte comigo para o seu Sucesso!